Vídeos

Loading...

domingo, 11 de março de 2012

Gafanhotos




Os gafanhotos pertencem à classe insecta, à sub-classe pterigota e à ordem Orthoptera, com 20.000 espécies e à sub-ordem Acridoidea, composta pelos gafanhotos.

No Brasil, temos a espécie migratória Schistocerca paranensis, famosa por sua voracidade destrutiva quando, em nuvens de milhões de indivíduos, vindos do charco boliviano, assola os estados do Sul, chegando ao Mato Grosso, São Paulo e Minas Gerais.


Outro gafanhoto existente no Brasil é o Schistocerca australis que se constitui em uma praga do algodoeiro. A mais famosa e voraz das espécies, no entanto, é o Schistocerca gregaria, o gafanhoto que constituiu a sétima praga do Egito, como nos ensina a Bíblia mas que, felizmente, não existe no Brasil.





Gafanhoto do Milho

Desde tempos imemoriais, é coletado para consumo humano. O teor de sua proteína é superior a 70%. Sua colheita, cultura e comercialização como o prato típico é uma fonte significativa de renda para as comunidades rurais da América Central. Seu uso é feito a partir da terceira fase da ninfa, embora o produto mais comercializado a partir da quinta fase, e como um adulto. Normalmente são cozidos e assados e comidos em diversas receitas, como moído é usado para fazer bolos. Outras 19 espécies de gafanhotos são usados para alimentação. Muitos dos agricultores e especialmente as empresas agrícolas consideram esta espécie como praga e até mesmo, de acordo com as autoridades fitossanitárias, é classificada como a praga mais importante no estado de Tlaxcala, a colheita de gafanhotos de milho para a alimentação pode tornar-se um método de controle alternativo eficaz e rentável.
fonte: wikipédia, google imagens, youtube

0 comentários: